associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Como garantir a segurança das contas bancárias

in Notícias Gerais
Criado em 19 maio 2022

Melhorar a segurança das contas bancárias depende de dois fatores, ambos ligados à tecnologia:

- aumentar a consciencialização e educação das pessoas quanto à cibersegurança, para evitar o phishing e roubo de identidade, e assegurar que as instituições financeiras têm sistemas de segurança robustos e difíceis de invadir.

A Electronic IDentification (eID), empresa de soluções de identificação por vídeo e Assinatura Digital Qualificada, alerta para a importância de garantir a segurança dos dados bancários e explica como pode fazê-lo:

 

Autenticação de dois fatores – forma de identificação que requer a verificação de algo que o cliente conhece (como uma palavra-passe), possui (como o telemóvel) ou é (biometria), bastando um destes fatores falhar para que uma operação bancária seja cancelada.

Biometria – uma forma de garantir a segurança da abertura de contas bancárias online, já bastante utilizada entre os clientes que aderem ao online banking. Envolve o reconhecimento de características físicas únicas – como uma impressão digital através de um sensor, ou o rosto através de uma câmara.

 

Alertas instantâneos – As contas bancárias podem ser monitorizadas através de um dispositivo, como um telemóvel, que recebe notificações push ou mensagens quando uma transação está prestes a ser efetuada. Esta tecnologia está a tornar-se cada vez mais comum, porque fácil de utilizar e permite a verificação rápida e em tempo real da utilização legítima das contas.

 

Geolocalização – Aceder à localização de um dispositivo para iniciar a sessão permite monitorizar a possível ocorrência de um ciberataque. Ao detetar o acesso num local suspeito, o sistema pode enviar uma mensagem ao cliente com essa localização para confirmar se é o próprio que está a tentar autenticar-se.

Caixas de entrada seguras – Se a autenticação de dois fatores não estiver ativa, o e-mail pode não ser o meio mais seguro para comunicar informações confidenciais. Uma das soluções passa por enviar notificações para a caixa de entrada da aplicação bancária como forma de garantir que as mensagens são autênticas.

Fonte: lidermagazine.sapo.pt, 19/5/2022