associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Como fazer Marketing Digital para Negócios Locais?

in Notícias Gerais
Criado em 28 março 2022

Muitos negócios locais ainda acreditam – erradamente – que o Marketing Digital só traz resultados às grandes empresas.

No entanto, também os pequenos negócios locais podem tirar proveito do digital, atraindo potenciais clientes que estão na região ou que mostram intenção de visitá-la.

Pense no seguinte: quantas vezes já procurou na internet por um determinado estabelecimento na sua região ou quando vai visitar outra região? E quantas vezes acabou por visitá-lo e realizar uma compra? Pois é. Seja em busca de um restaurante, padaria, farmácia, loja, dentista ou cabeleireiro, é muito habitual pesquisarmos online para encontrarmos boas opções localizadas perto de nós. De acordo com a GoGolf, 46% de todas as pesquisas feitas no Google são em busca de informações locais e 72% dos clientes que pesquisa online por um negócio local acaba por visitar as lojas listadas num raio de 5km.

Em grande parte das vezes, o negócio local escolhido é aquele que aparece nas primeiras posições do Google e que oferece o leque de informações mais vasto – horário de funcionamento, endereço, telefone, fotografias, preços e avaliações de outros clientes, além de links para o site e redes sociais. Com toda esta informação em mãos, os consumidores conseguem facilmente tomar uma decisão, tendo em conta as suas necessidades e preferências.

Investir em Marketing Digital pode parecer complicado no início, mas não é tão difícil quanto parece. Veja algumas dicas práticas para começar a promover o seu negócio local, de modo a aumentar a sua visibilidade online e as visitas à loja:

Crie uma conta no Google My Business. Com uma conta do Google My Business (GMB) otimizada, o seu negócio local aparecerá em destaque nos resultados de pesquisa do Google e Google Maps, sem ter de pagar nada por isso. Inclua no seu perfil de GMB todas as informações essenciais do seu negócio, como horário de funcionamento, morada, telefone, preços, fotografias e imagens. Permita também que a sua conta de GMB receba avaliações de antigos clientes, pois é uma forma de transmitir mais confiança aos seus potenciais clientes (em caso de avaliações positivas, claro).

Mantenha as suas redes sociais ativas. Depois de ver as informações sobre o estabelecimento no Google, é comum que as pessoas queiram saber mais sobre o negócio. Por isso, mostre que o seu negócio está ativo, mantendo as redes sociais também ativas. O ideal é “alimentar” as suas redes sociais diariamente ou, pelo menos, uma vez por semana. Tem de estar presente em todas? Não! Mas é imprescindível estar naquelas onde se concentra o seu público-alvo. Quanto ao conteúdo, antes de começar a promover os seus produtos ou serviços e fazer das suas redes sociais outra montra, pense no conteúdo que os consumidores iriam apreciar. Pode fazer vídeos a mostrar o quotidiano na loja, reposição de produtos, resultados em clientes, passo-a-passos a explicar como utilizar cada produto, etc.!

Incentive as avaliações. As avaliações podem ser feitas no Google My Business, através de um formulário no website (divulgado através de email, por exemplo) ou nas redes sociais. Ter reviews positivas pode ser decisivo entre um cliente escolher o seu negócio ou o da concorrência. Por isso, é importante, primeiro, conquistá-los e, depois, pedir-lhes que partilhem o seu testemunho sobre a experiência com a loja! Não tenha medo ou vergonha de pedir avaliações: se oferece produtos e serviços de qualidade, aliados a um bom atendimento, é provável que as avaliações positivas predominem e que os clientes até façam questão de as divulgar! Por isso, ao finalizar uma venda, peça gentilmente que o cliente avalie o seu negócio na internet para que mais pessoas o conheçam.

Aposte em SEO. Investir em SEO (Search Engine Optimization, ou, em português, otimização para motores de pesquisa) é essencial para qualquer empresa que possui um site e deseja que este seja encontrado no Google pelos consumidores. É importante que as páginas do website se adequem a diferentes dispositivos – especialmente a mobile, que é o modo de pesquisa mais comum quando se trata de pesquisas locais -, que sejam rápidas a carregar, que contenham as palavras-chave mais relevantes, que incluam imagens apelativas (também elas otimizadas) e que proporcionem uma experiência de navegação intuitiva e agradável. Aposte em SEO local: por exemplo, se tem um negócio de florista, em vez de criar conteúdo sobre “as melhores flores para dar à sua esposa”, escreva sobre “as melhores flores para dar à sua esposa em [inserir o local do negócio]”. Dica extra: adicione o seu negócio a diretórios de negócios online, como o TripAdvisor, pois isso fará com que obtenha mais backlinks, contribuindo para melhorar o seu posicionamento no Google.

Faça anúncios segmentados. O tráfego orgânico é muito importante, mas os anúncios ajudam a aumentar o alcance mais rapidamente. Tanto no Google Ads, como no Facebook & Instagram Ads, pode investir a quantia que tiver disponível e fazer anúncios segmentados por diversas categorias, inclusive localização. É possível criar campanhas que incluam a sua cidade ou até mesmo o seu bairro.  O meu conselho é iniciar com um orçamento baixo e ir testando várias imagens, textos, palavras-chave e configurações. Quando for possível perceber as opções que trazem maior rentabilidade, pode, então, aumentar o investimento para as mesmas.

Seguindo os passos acima, o seu negócio local estará preparado para começar a trabalhar com Marketing Digital. Com paciência e um trabalho consistente, os resultados deverão aparecer em alguns meses. Não espere resultados imediatos, pois isso só contribuirá para se sentir desmotivado e considerar a desistência. Mas tenha em mente que quanto mais cedo começar, mais cedo alcançará os seus objetivos. Portanto, plante hoje para colher amanhã!

Fonte: marketeer.sapo.pt, 28/3/2022