associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Retenção de talentos: formas de manter os colaboradores na empresa

in Notícias Gerais
Criado em 04 fevereiro 2022

Atrair os melhores talentos é importante para as empresas, mas fazer com que se mantenham produtivos também. 

Quando pensamos em retenção de talentos, um termo chave que surge associado é desde logo a motivação. É importante fazer os trabalhadores sentirem-se valorizados, sabendo que realmente importam e são eles que fazem a diferença no dia a dia do local de trabalho.

Há cada vez mais empresas a debaterem-se com a escassez de recursos humanos, tendo dificuldades em reter as novas gerações. Para os jovens mais qualificados, o salário por si só já não é suficiente para aceitar ou manter um emprego.

Ora, o bem-estar, equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, mobilidade nas funções, comunicação digital, flexibilidade de horário e bolsa de benefícios, são alguns dos requisitos procurados.

Fazer retenção de talentos significa, então, manter os melhores profissionais na empresa, para que a organização obtenha vantagens por ter esse talento e para que esses trabalhadores consigam realizar as suas funções da melhor forma possível. 

No entanto, para que isto aconteça, é importante definir estratégias e criar medidas que funcionem como motivadoras do bem-estar e autoestima dos colaboradores.

Afinal, reter talento é um investimento certeiro, pois há inúmeros benefícios associados, quer para a empresa ou quer para quem lá trabalha.

Sentindo-se valorizados, os colaboradores produzem mais e com melhor qualidade.

 

RETENÇÃO DE TALENTOS: O QUE É NECESSÁRIO?

Saiba como reter talento e motivar, tendo em consideração que a gestão de talentos deverá ser uma prioridade para as organizações e que assume uma enorme importância na gestão organizacional.

 

Passar uma imagem positiva da empresa

Para conseguirem atrair talentos, as empresas devem assegurar a transmissão de uma imagem positiva da organização, tornando-se atrativas para as pessoas que pretende cativar. Assim, é necessário que a organização trabalhe na sua marca e na forma como esta é transmitida no mercado.

 

Demonstrar as mais-valias da empresa

É importante demonstrar o que de melhor a empresa tem a oferecer para que os trabalhadores com talento tenham interesse nela e na posição, vontade de ingressar ou de se manterem numa dada posição.

 

Apresentar um bom ambiente organizacional

A empresa deve desenvolver e também implementar ferramentas de gestão que conduzam à criação de condições favoráveis de trabalho e de ambiente organizacional.

 

Oferecer formação contínua

Os trabalhadores competentes querem ter a oportunidade de desenvolver novos conhecimentos e competências de forma contínua. Por isso, a empresa deve disponibilizar essa formação.

 

Desafiar os talentos

Os talentos de uma organização devem ser constantemente desafiados, sendo-lhes atribuídas novas funções, ou funções em evolução, para que se sintam valorizados e em crescimento dentro da empresa.

 

Horário flexível

Reter talentos numa empresa implica gerir recursos humanos de uma forma flexível. Assim, neste tipo de gestão, os colaboradores são tratados como indivíduos e sentem que, por parte da empresa, é feito um esforço para acomodar os estilos e as necessidades pessoais.

Por exemplo, poder usufruir de um horário flexível para trabalhar ou até executar tarefas a partir de casa para melhor conciliar as responsabilidades profissionais e pessoais, vai reduzir o stress e contribuir para o bem-estar do colaborador, motivando-o para o trabalho.

 

Remunerar de forma justa e reconhecer

Todos os trabalhadores que se empenham e mostram talento, gostam de ver a recompensa do seu trabalho. Desta forma, devem ser remunerados de forma justa e adequada às suas capacidades. Para além disso, as empresas devem fazê-los sentir que o seu trabalho e empenho são reconhecidos.

 

Compensações além do salário

Já ouviu falar, com certeza, no salário emocional. Pois bem, este é constituído por compensações que, não sendo monetárias, podem contribuir para o bem-estar dos colaboradores.

Seguros de saúde, inscrições em ginásios, atividades durante as férias escolares para os filhos dos trabalhadores ou cheques-desconto são alguns exemplos destas compensações, que têm como objetivo fazer com que o trabalhador obtenha um equilíbrio perfeito entre a vida profissional e pessoal.

 

Haver uma boa comunicação entre a administração e trabalhadores

Os trabalhadores com talento necessitam de compreender as expetativas da administração em relação ao seu trabalho e funções, para que tenham uma ideia clara de serão avaliados.

Estas são diversas formas muito importantes para se levar a cabo a retenção de talentos. Não deixe escapar talento!

 

Aplicar políticas de mentoring e coaching

O mentoring e o coaching são atualmente duas vias importantes para proporcionar ao talento um processo de desenvolvimento duradouro e consistente. O mentor presta apoio e suporte no desenvolvimento do talento na empresa, mostrando-lhe os caminhos e acompanhando-o no caminho por ele escolhido, e ainda o ajuda na superação de obstáculos, facilitando-lhe o enquadramento nas dinâmicas da organização

Fonte: e-konomista.pt