associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Via Verde lança novo portal para empresas

in Notícias Gerais
Criado em 14 novembro 2018

Fonte oficial da Brisa disse ao Jornal Económico que a empresa investiu 300 mil euros para criar o portal “Via Verde Business”.

A Via Verde lançou um novo portal dedicado aos clientes empresariais, o “Via Verde Business” (“Via Verde Empresas”), com o intuito de simplificar processos de gestão e de adesão a serviços por parte das empresas.  A empresa liderada por Pedro Mourisca investiu 300 mil euros para criar o portal “Via Verde Business”, disse uma oficial da Brisa disse ao Jornal Económico. As funcionalidades implicaram sete meses de trabalho, incluindo o tempo de testes e formação das equipas.

Relatórios de gestão sobre a frota, contratos e identificadores, possibilidade de com um só login gerir várias empresas e fazer o upload de ficheiros para alterações de matrícula ou formalização online do pedido de desconto de mercadorias (neste caso, exclusivo para empresas transportadoras) são algumas das oportunidades que as empresas que andam nas autoestradas terão.

Segundo explicou a Brisa ao jornal, a maior vantagem do novo portal é “dar autonomia aos profissionais para procederem à gestão dos seus contratos com a Via Verde, nomeadamente aos gestores de frota”. O objetivo do grupo é incrementar em 50% o volume de empresas que utilizam regularmente o portal e as ferramentas de selfcare.

O Via Verde Business, cujo acesso é possível através de um registo no website oficial, permitirá melhorar a “informação de gestão sobre a utilização dos serviços da Via Verde” e “facilitar a adesão online a novos serviços, tais como a faturação repartida”, de acordo com o mesmo porta-voz do grupo infraestruturas de transporte português. “O portal Via Verde Empresas teve em conta o facto de, neste segmento de clientes, haver um número normalmente maior de transações por dia e por veículo, uma maior exigência em termos de processamento e tratamento de informação, além de regimes especiais próprios dos negócios”, garante a Brisa.

Fonte: jornaleconomico.sapo.pt, 14/11/2018