associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Última mudança obrigatória de hora vai acontecer a 31 de março de 2019

in Notícias Gerais
Criado em 12 setembro 2018

Os Estados-Membros vão poder decidir entre aplicar de forma permanente a hora de verão ou a hora de inverno, mas não poderão continuar com as mudanças de hora.

Depois da consulta online feita aos cidadãos europeus, a Comissão Europeia (CE) avança com uma proposta para acabar com as mudanças de hora sazonais na Europa em 2019.

O prazo apontado é já abril do próximo ano. A última mudança obrigatória para a hora de verão toma lugar no domingo, 31 de março de 2019. Os Estados-Membros que escolham passar de forma permanente para a hora de inverno podem fazer uma última alteração sazonal no domingo, 27 de outubro de 2019.

Segundo explica Violeta Bulc, Comissária responsável pelos Transportes, citada em comunicado da CE, “este prazo muito ambicioso irá permitir aos cidadãos colher todos os benefícios o mais rapidamente possível”. A Comissária aconselha ainda os países e empresas a “fazerem os preparativos necessários para assegurar uma abordagem coordenada em toda a UE”.

Assim, os Estados-Membros vão poder decidir entre aplicar de forma permanente a hora de verão ou a hora de inverno, mas não poderão continuar com as mudanças de hora. A proposta quer garantir que, ao serem aprovadas, as alterações são feitas de forma coordenada entre países vizinhos, para “salvaguardar o correto funcionamento do mercado interno e evitar uma fragmentação”, diz a Comissão em comunicado.

Entre as atividades que poderiam ser afetadas caso a mudança não ocorresse em todos os países encontra-se, por exemplo, a programação de operações de transporte e o funcionamento dos sistemas de informação e de comunicações.

A proposta tem ainda de ser aprovada pelo Parlamento Europeu e o Conselho até março de 2019. Depois disso, os países terão de avisar Bruxelas até abril qual das horas escolheram manter.

Fonte: eco.pt, 12/9/2018