associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Trabalhar à comissão: vantagens e desvantagens

in Notícias Gerais
Criado em 10 setembro 2018

Existem, como sabemos, várias formas de trabalho. Uma delas é trabalhar à comissão, que pode ter vantagens, mas também apresentar desvantagens.

Trabalhar à comissão: vantagens e desvantagens. Saiba tudo sobre o tema e pondere os prós e contras.

Sabe dizer se vale a pena trabalhar à comissão? Tem dúvidas quanto ao assunto? Na verdade, quando o ponto nevrálgico é o salário, há sempre muitas questões que surgem, nomeadamente as que se prendem com o trabalhar à comissão.

No mercado, são várias as propostas de emprego com base nesta forma de ganhar dinheiro, principalmente no que diz respeito a vagas na área comercial. Por esse motivo, se está a ponderar trabalhar à comissão, será importante que tenha em consideração as vantagens e desvantagens deste tipo de emprego.

O UNIVERSO DO TRABALHO À COMISSÃO

O QUE DEFINE E IMPLICA ESTE TIPO DE TRABALHO?

Trabalhar à comissão implica que não tenha um salário fixo, mas que este dependerá do volume de vendas que fizer ou do lucro gerado para a entidade para quem trabalha. Ou seja, no fundo, quanto mais vender, mais ganhará.

Se existem trabalhos em que só ganha mesmo à comissão, há outros em que se verifica a junção de duas modalidades: a combinação entre um salário base e as comissões alcançadas.

De uma forma geral, a condição do trabalhador que exerce as suas funções à comissão constitui-se como vantajosa para as entidades empregadoras, uma vez que envolve poucos riscos para as mesmas. Desta forma, se o trabalhador vender bem, fica na empresa e receberá mais. Se, pelo contrário, não se revelar um bom vendedor, será muito pouco provável que mantenha o emprego. Há, portanto, um elevado grau de stress que envolve este tipo de trabalho.

QUAIS AS VANTAGENS DE TRABALHAR À COMISSÃO?

Possui mais autonomia de trabalho, o que pode ser bastante positivo.

Tem igual possibilidade de crescer na carreira, tal como em outros empregos.

Poderá receber aumentos constantes de salário, mediante o volume de vendas.

Poderá vir a ter representação na empresa se se tornar fundamental à mesma.

Se for bom no que faz, terá a possibilidade de dar formação a outros trabalhadores e até ganhar dinheiro extra com isso.

Se tiver sucesso, sentir-se-á valorizado em termos profissionais e poderá, inclusive, receber prémios de vendas, o que se torna aliciante

E QUAIS AS DESVANTAGENS DESTE TIPO DE TRABALHO?

Não tem ordenado fixo, podendo haver flutuações acentuadas de mês para mês, o que gerará stress.

Pode mesmo não receber qualquer salário caso não obtenhas valores mínimos de vendas.

Poderá haver um mau ambiente gerado pela extrema competitividade entre os trabalhadores.

Uma vez que o trabalho à comissão é mais frequente em áreas onde existe menos procura e grande concorrência, poderá haver uma saturação de mercado.

CONCLUSÃO: TOMAR A DECISÃO CERTA

Após analisar todos estes prós e contras fundamentais, deverá ponderar se este seria o tipo de trabalho indicado para si, ou seja, adequado ao seu perfil, para que não tome uma decisão da qual se possa vir a arrepender.

Pode também procurar falar com pessoas que trabalhem ou já tenham trabalhado à comissão, para indagar quais os principais desafios que se colocariam no caminho e se acham que é algo que valha a pena. Por último, terá sempre de avaliar bem a sua situação económica, para que não seja apanhado desprevenido.

Fonte: e-konomista.pt, 10/9/2018