associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Tem portagens em atraso? Veja como fazer o pagamento

in Notícias Gerais
Criado em 19 julho 2018

Quando anda em autoestradas ou ex-scut’s e passa nas portagens pelos acessos livres sem identificador de Via Verde ou chip na matrícula fica em dívida perante a concessionária.

Caso não salde essa dívida no prazo máximo de cinco dias úteis após a utilização da portagem poderá ser notificado já com uma coima acrescida ao valor em falta. Se se revê neste cenário, saiba como pagar portagens em atraso.

Primeiro Passo – Descobrir se tem portagens em atraso 

Pode recorrer ao site dos CTT para verificar se tem pagamentos em atraso: basta introduzir a matrícula da sua viatura e consultar os dados existentes no prazo de 5 dias.

Passado o prazo pode consultar se existem portagens pendentes no site Pagamento de Portagens.

Segundo Passo – Pagamento da portagem em atraso

No caso de existirem taxas de portagem não pagas relativas a autoestradas com portagens eletrónicas, pode fazer o pagamento através de payshop, num balcão dos CTT ou através do Multibanco (ou Netbanco) com recurso a referência bancária (mas terá de solicitar a referência.

Pode ainda fazer o pagamento online através dos CTT ou enviando uma SMS para o número 68989 com: CTTMBAA-00-00 (a mensagem custa 0,30 euros, recebendo a SMS com os dados e, após o pagamento, mais uma SMS com o comprovativo.

Outra forma de pagamento é contactar diretamente a concessionária. Após o prazo dos cinco dias poderá nos 15 dias úteis seguintes pedir à concessionária os dados para saldar os valores em dívida. Precisamente, pedindo entidade, referência e valor a pagar para pagamento através de Multibanco; ou requerendo o número de notificação a incluir num vale postal que a operadora lhe envia para pagar nos CTT.

Caso falhe todos os prazos
Desde 2013 que a Autoridade Tributária e Aduaneira está responsável pela instauração de processos de cobrança coerciva, por isso, se falha o pagamento nas condições já descritas, poderá mesmo ser notificado pelo Fisco. Aquando da notificação do Fisco, as portagens sairão mais caras, tendo em conta taxa de passagem pela autoestrada, custos administrativos associados ao pós-pagamento e ainda coimas e custas do processo.  O site Pagamento de Portagens foi criado para evitar situações idênticas.

Fonte: jornaleconomico.sapo.pt, 19/7/2018