associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Sinais que identificam colegas tóxicos no trabalho. Fuja deles

in Notícias Gerais
Criado em 12 julho 2018

Não se iluda com sorrisos no local de trabalho, especialmente se é a mais recente aquisição da empresa. Fora do seu conhecimento estão os contornos das histórias dos seus colegas e algumas delas podem ser indício de perigo.

Um estudo do departamento de Gestão da Universidade de Buffalo comprovou que aqueles que se sentem menosprezados na empresa tendem a sabotar o desempenho dos seus colegas para compensar a sua falta de eficácia profissional.

São mais competitivos do que o normal

É natural querer dar o melhor de nós em cada tarefa, mas há quem leve a competitividade para lá do normal, especialmente aqueles que admitem querer ser o melhor entre os melhores. Há quem não se importe de prejudicar os outros para o conseguir. Tenha isso em atenção.

Colocam-no sempre à prova

Os colegas tóxicos têm uma coisa em comum: São normalmente aquela pessoa com quem nunca debate ideias ou discute pontos de vista. É também aquele colega que o faz 'jogar à defensiva' sempre que fala consigo. É também aquela pessoa que tende a pô-lo sempre à prova cada vez que fala consigo, à espera que erre.

Uma vítima nunca vem só

Aqueles que não se importam de sabotar o trabalho dos outros normalmente se contentam em prejudicar uma única pessoa. Se conhece alguém que já foi acusado de ter prejudicado outro colega, o mais provável é que possa vir a ser o seu próximo alvo. Evite-o a todo o custo.

Conversam demais, trabalham a menos

Um dos hábitos frequentes nas pessoas tóxicas é o chamado 'Gossip', ou 'fofoquice'. Estes colegas interessam-se particularmente pela vida pessoal dos outros, na tentativa de os poder comprometer com algumas informações que nada têm a ver com o trabalho. E lembre-se: Se os ouve a falar dos outros, é porque também podem falar de si noutras conversas

Tentam distraí-lo

Não se deixe afetar pela procrastinação do seu colega. O facto de ele não se conseguir concentrar motiva-o a procurar companhia. Não deixe que a sua produtividade seja afetada pela preguiça alheia.

Recolhem os louros do seu trabalho

Este é dos sinais mais óbvios que o seu colega pode-lhe ser prejudicial. Tirar proveito das suas ideias ou trabalho é um indício óbvio que está a ser sabotado. O ideal a fazer é confrontá-lo e, se preciso, envolver um superior para esclarecer as coisas.

Tendem a deixá-lo de parte

É natural esquecermo-nos de uma tarefa ou de alguém em determinado evento. O que não é normal é que os esquecimentos aconteçam sempre com a mesma pessoa. Se isso acontecer consigo, é sinal que está a ser deixado de parte propositadamente.

Adoram espalhar rumores

Espalhar informações falsas sobre a sua pessoa é dos sinais mais óbvios de que a verdade é, para o seu colega tóxico, facultativa. O facto de ele espalhar boatos sobre a sua pessoa é um sinal óbvio de que está a tentar prejudicá-lo.

Fazem-se passar por algo mais do que são

Um colega tóxico gosta de exagerar naquilo que faz. Este é aquele colega que pode ter as mesmas funções que os outros, mas vai comportar-se como um superior hierárquico. Isso é sinal de que a ascensão profissional é o seu único objetivo, independentemente dos meios que irá utilizar para o conseguir.

Eles menosprezam-no socialmente

Este é um dos sinais mais subtis, mas também dos mais perigosos. Em momentos de convívio fora do trabalho, os colegas tóxicos tendem a envergonhá-lo ao mencionar fatores mais embaraçosos sobre a sua pessoa. Esta prática adensa-se quando há desconhecidos por perto. O intuito é apenas um: Ridicularizá-lo pessoal e profissionalmente

Fazem com que os outros o tratem de maneira diferente

Esta é a principal consequência da 'fofoquice' e dos boatos: Mudar a perceção que outros têm de si. Conseguido o objetivo, o colega tóxico vai eliminando, aos poucos, a concorrência.

Eles são subtis

Enquanto há quem se afirme, ainda que erradamente, com insultos, falar alto ou atitudes mais expressivas, este tipo de colegas são aqueles que 'fazem tudo pela calada'. Ou seja, não vão mostrar que o querem fora do seu caminho, vão fazer o 'jogo de bastidores' para que saia desse mesmo caminho.

Fonte: dinheirovivo.pt, 12/7/2018