associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Oito competências para manter os clientes satisfeitos

in Notícias Gerais
Criado em 13 junho 2018

Ter um bom serviço de atendimento, faz com que tenha vontade de regressar e se torne um embaixador voluntário da marca.

Ter um bom produto ou serviço é importante para o sucesso de uma empresa, mas não é tudo. A experiência vivida na loja ou na empresa pode influenciar tanto quanto a qualidade do produto. Apostar num bom serviço de atendimento ao cliente, ser capaz de corresponder, e até superar, as expetativas do público é uma das melhores formas de aumentar a notoriedade da marca junto dos compradores. Além de ajudar a fidelizar e fazê-los regressar, um cliente satisfeito irá espalhar a palavra, tornando-se num embaixador voluntário da sua empresa.

O Saldo Positivo reuniu oito competências que todos os funcionários na empresa devem ter para melhorar a experiência do cliente.

  1. Conhecer o produto

É difícil vender um produto ou serviço se não conseguir demonstrar a sua utilidade. É melhor forma para criar uma experiência positiva e inspirar confiança. É importante que todos consigam dar resposta às questões básicas sobre o produto, para transmitir claramente a sua utilidade, como por exemplo “Qual é a finalidade do produto ou serviço para o cliente?”, “Como pode ser descrito (tamanho, cor, função benefícios)?”, “Como é que os clientes podem comprar?” ou “Quanto custa e quais as condições de compra?”.

  1. Dar atenção aos clientes

Quando um cliente entra na loja ou empresa, deve recebê-lo bem e dar-lhe a atenção necessária. Sentir a falta de atenção da parte das pessoas responsáveis pelo serviço de atendimento não é agradável. É importante estar atento ao que dizem. Oiça o que precisam e veja como pode ajudá-los. Não interrompa o cliente enquanto está a explicar-se, mas, sempre que possível, faça perguntas esclarecedoras para se certificar que não há mal entendidos.

  1. Comunicar apropriadamente

Tão relevante quanto ouvir, é saber articular uma resposta que satisfaça o cliente. Conhecer bem o produto ou serviço é fundamental, mas é importante ter uma comunicação clara. Usar um tom otimista, em vez de assumir uma postura defensiva, irá ajudar a estabelecer uma boa relação. Demonstre que está a ouvi-lo através da linguagem corporal (acenar com a cabeça ou fazer contacto visual, por exemplo).

  1. Ter paciência

O atendimento ao cliente não é uma tarefa fácil. Por vezes, poderão estar chateados com a empresa ou serviço e necessitar de atenção extra. Oiça calmamente o que têm a dizer e assim poderá economizar tempo a evitar possíveis mal entendidos. Tentar despachar um cliente insatisfeito é um erro frequente, mas que poderá determinar uma opinião negativa sobre a empresa.

  1. Desenvolver empatia

Se quer compreender melhor os clientes, deve ouvir o que dizem, mas também perceber como se sentem. Como se sentiria se estivesse na sua posição? Como gostaria de ser tratado por um empregado? O que sentiria se tivesse o mesmo problema que o cliente? Estas perguntas ajudarão a relacionar-se com os clientes e a lidar melhor com as suas dúvidas e problemas.

  1. Dizer a verdade

Meias verdades ou tentativas de esconder informação relevante para os clientes, frequentemente acabam mal e lesam a reputação da empresa. Seja honesto, mesmo que a informação que tem para dar não for agradável de ouvir. Mesmo que não o tenha feito de forma intencional, se o cliente se sentir enganado, é muito difícil recuperar a sua confiança.

  1. Ser flexível

Todos os clientes são diferentes e podem estar a experienciar um momento menos positivo com o produto ou serviço da empresa. É importante ter tolerância e autocontrolo perante alguém que esteja a comportar-se de forma menos racional. Porém, se está a sentir que um cliente está a exceder os limites e a tornar-se mal-educado, seja calmo mais firme.

  1. Ter ética de trabalho

Uma ética de trabalho forte é vital para a empresa alcançar seus objetivos e satisfazer os clientes. Ninguém gosta de lidar com alguém que parece não ter cuidado com o seu trabalho. Isto é válido para todos os funcionários, desde o CEO aos trabalhadores responsáveis pelo contacto com clientes. Profissionalismo, respeito, integridade, responsabilidade, disciplina e sentido de trabalho em equipa são alguns dos valores que deverá incutir em todos os funcionários, mas, muito importante, o exemplo deve vir dos níveis superiores.

Fonte: saldopositivo.cgd.pt, 21/4/17