associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Código de ética no trabalho: conhece o seu?

in Notícias Gerais
Criado em 03 maio 2018

A missão e princípios de uma empresa ou profissão estão descritos no seu respetivo código de ética. Conhece o da sua organização?

O conteúdo do código de ética de uma profissão e/ou empresa ou entidade, é um documento que reúne todos os princípios e a respetiva missão de cada uma. Acaba por ser um conjunto de valores pensados para servir as necessidades que a categoria profissional serve e representa.

No ambiente de trabalho é fundamental existir um código de ética, para controlar e garantir o bom funcionamento das atividades da entidade. Sobretudo quando abordamos relações entre colaboradores e também entre estes e o cliente/serviço que prestam. Podemos afirmar que se trata num tipo de conduta indispensável que, como diz o ditado popular, separa o trigo do joio.

CÓDIGO DE ÉTICA: O QUE É E QUAIS AS MODALIDADES?

CÓDIGO DE ÉTICA: MODALIDADES

Um código de ética retira alguma inspiração da legislação vigente do país onde é redigido, mas podemos abordar dois grupos:

Códigos de Ética Profissionais – onde estão especificados os direitos e deveres, o que é vetado eticamente naquele exercício profissional e as punições a ocorrer em caso de desobediência. Normalmente são redigidos por uma Ordem ou associação de profissionais e o caráter deontológico está aqui mais presente.

Códigos de Ética Empresariais – onde estão contidos os valores, missão e visão de uma determinada empresa ou instituição, para obrigatório conhecimento de todos os colaboradores.

É um facto que, muitas vezes, um trabalhador tem de encontrar os pontos em comum entre o código aplicado à sua profissão e à sua empresa.

ÉTICA VERSUS DEONTOLOGIA

É comum vermos as noções de ética e deontologia associadas uma à outra. A ética trata de fazer um juízo de apreciação entre o bem e o mal, que vai resultar na determinação do que são os comportamentos corretos a levar a cabo. A deontologia é uma disciplina da ética adaptada ao exercício de uma profissão em particular – como, por exemplo, para os jornalistas (um dos mais conhecidos e mediáticos). A deontologia é, assim, a corrente que trata o conjunto de deveres adotado por um grupo profissional.

O CÓDIGO DE ÉTICA É SAGRADO?

A codificação destes documentos reguladores é da responsabilidade das entidades e ordens profissionais. Assim como também é a extensão da sua obrigatoriedade. Alguns códigos, referentes a determinadas profissões, podem servir apenas como reguladores, ou como instrumentos consultivos.

No jornalismo, uma das áreas em que mais se discute a importância da regulação por parte de códigos deontológicos, contém algumas especificações que acabam por ser facultativas, precisamente pelo caráter subjetivo de determinadas situações com que estes profissionais se deparam.

Fonte: e-konomista.pt, 3/5/2018