associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

Tem notas de escudos? Ainda pode trocá-las. Mas apresse-se

in Notícias Gerais
Criado em 18 agosto 2017

O Banco de Portugal só aceita algumas das notas de escudo até ao final de 2017.

O Banco de Portugal ainda aceita que troque os escudos que ficaram esquecidos no mealheiro. Aceita todas as notas, mas algumas só podem ser trocadas até ao final deste ano. Saiba quais são e como transformar os seus escudos em euros.

“Tem uma destas em casa? Venha trocar até ao fim do ano”, convida o Banco de Portugal através do Twitter. As notas que foram retiradas de circulação em 1997 têm o dia 1 de janeiro de 2018 como data limite para a troca. São elas a nota de 10.000 escudos com a imagem de Egas Moniz, a nota de 5.000 escudos com a figura de Antero de Quintal, os 1.000 escudos que servem de tela ao retrato de Teófilo Braga e finalmente os 2.000 escudos cuja cara é Bartolomeu Dias, a nota que se vê no tweet.

A troca pode ser presencial nas Tesourarias do Banco de Portugal ou através do correio. Os restantes prazos e ilustrações das notas podem ser consultados no site do Banco de Portugal. Algumas notas caducam ao longo de 2018 e outras podem mesmo ser trocadas até 2022. Para avaliar quanto pode ganhar com a troca, relembre que cada 1.000 escudos equivalem a um euro.

A última contagem, em 2016, indicava que os portugueses ainda não tinham trocado 19,6 milhões de notas, o equivalente a 154,7 milhões de euros. As notas que mais pesavam na conta eram as de 5.000 escudos (cinco contos): responsáveis por um terço do valor. Apesar do que falta trocar, o Banco de Portugal recebeu 73 mil notas de escudo em 2016, um total de 1,1 milhões de euros.

Já as moedas deixaram de poder ser trocadas no ano da adoção da moeda única, mas não são simples trocos: com elas, o valor de escudos que não foram trocados passa dos 154,7 milhões de euros das notas para mais de 250 milhões de euros.

Fonte: eco.pt, 18/8/2017