associação comercial e industrial de arcos de valdevez e ponte da barca

'Cheque' de 125€: O que é necessário fazer para receber o subsídio

in Notícias Gerais
Criado em 06 setembro 2022

O Governo anunciou, na segunda-feira, a atribuição de um subsídio de 125 euros.

Saiba o que é necessário fazer para receber o subsídio.

O Governo anunciou, na segunda-feira, um pacote de medidas de apoio aos rendimentos das famílias tendo em vista a mitigação dos efeitos da inflação e do aumento dos custos energéticos, que ascende a 2,4 mil milhões de euros. Entre as oito medidas está a atribuição de um 'cheque' de 125 euros aos trabalhadores

 

  1. Quem vai receber o 'cheque' de 125 euros?

Cada cidadão não pensionista com rendimento mensal até 2.700 euros vai receber um pagamento extraordinário de 125 euros, estando ainda previsto um subsídio de 50 euros por dependente a todas as famílias.

 

  1. Quando e como será pago?

Este pagamento é feito de uma única vez em outubro.

 

  1. O que é necessário fazer para receber o subsídio?

Este subsídio extraordinário será pago pelo Ministério das Finanças ou pelo Ministério da Segurança Social - neste último caso quando se trate de um beneficiário de prestações sociais.

O valor será pago de forma automática pelos serviços, sendo que quem não está registado nem junto da Autoridade Tributária (AT) nem na Segurança Social deverá registar-se.

 

  1. Recebo o subsídio de desemprego, também tenho direito ao cheque de 125 euros? 

Sim. O primeiro-ministro explicou, na segunda-feira, que o "pagamento às famílias vai ser feito diretamente porque é uma medida que se aplica a todos os que são contribuintes em IRS; àqueles que em função do seu rendimento estão isentos de pagar IRS; aos que estarão isentos de apresentar declaração IRS e aos beneficiários das prestações sociais seja do subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego, RSI, prestação social para a inclusão ou o subsídio para os cuidadores informais".

 

  1. Posso receber o cheque de 125 euros e o subsídio de 50 euros por dependente?

O pagamento extraordinário de 50 euros por dependente será pago a todas as famílias independentemente do seu rendimento, sendo abrangidos os dependentes até aos 24 anos que estejam a cargo.

Por exemplo, um casal com dois filhos a cargo e em que cada um tenha um rendimento individual até 2.700 eurosreceberá em outubro um pagamento extraordinário de 350 euros.

António Costa detalhou que o apoio será pago a quem receba até 2.700 euros, mesmo que num casal um dos elementos aufira um valor superior.

 

  1. Como será financiada a medida? 

António Costa esclareceu ainda que a medida será suportada pelo Orçamento do Estado.

As medidas anunciadas pelo Governo, na segunda-feira, incluem as áreas de rendimentos, crianças e jovens, pensionistas, eletricidade, gás e combustíveis, rendas e transportes. 

Fonte: noticiasaominuto.com, 6/9/2022