Imprimir

Dicas para uma boa gestão emocional no trabalho

in Notícias Gerais
Criado em 12 janeiro 2022

É crucial saber como fazer uma boa gestão emocional no trabalho.

Conheça algumas dicas e aprenda a gerir as emoções e a promover o bem-estar.

gestão emocional é essencial para a construção do bem-estar pessoal, favorece o sucesso profissional e ainda contribui para a criação de um ambiente de trabalho mais feliz e positivo.

Por isso mesmo, em contexto de trabalho, onde nos deparamos com personalidades bastante distintas, é extremamente importante aprendermos a controlar as nossas emoções para não deixarmos que elas afetem as nossas funções, o nosso bem-estar e o clima organizacional.

 

Sabia que, em geral, quem consegue gerir as suas emoções, lida melhor com a pressão na gestão de conflitos? Tal acontece porque este tipo de pessoas consegue relacionar-se melhor com os outros, interagir e comunicar com assertividade.

 

DICAS PARA UMA BOA GESTÃO EMOCIONAL NO TRABALHO

De uma forma geral, a gestão emocional é a capacidade que cada um de nós tem de compreender e gerir as suas emoções. E associadas à gestão emocional estão algumas competências-chave como a autoconsciência, a motivação, empatia, competências sociais e a autorregulação.

A verdade é que o ser humano é emocional e por isso mesmo as nossas emoções não devem ser esquecidas no local de trabalho. Por esse motivo, as empresas têm vindo a agir em relação a esta temática.

Desde a promoção de horários de trabalho mais alargados, existência de novos serviços para os colaboradores (como seguros de saúde), e a flexibilidade em geral. Tudo isto é feito em prol dos profissionais, para que as empresas consigam garantir o bem-estar e a saúde mental dos seus colaboradores.

 

Ter uma atitude positiva e proativa

Para construir um ambiente saudável e feliz no trabalho, adote uma atitude positiva, proativa e de empenho.

Muitas vezes, os profissionais que se destacam numa equipa são aqueles que têm uma atitude positiva face aos desafios, que procuram alternativas criativas para a resolução de problemas e não desistem, conseguindo, por isso, ultrapassar obstáculos mais facilmente.

Acredite: ter uma atitude positiva e proativa é meio caminho andado para conseguir gerir as suas emoções de forma eficaz.

 

Aprenda a gerir as suas emoções negativas nas situações mais inesperadas

Deixar-se levar por emoções negativas é muito fácil. Mas a partir do momento em que aprende a lidar com esse tipo de emoções no ambiente de trabalho, o seu dia-a-dia profissional será muito menos sobrecarregado e mais leve.

Quando estiver perante uma situação inesperada que o incomode ou até mesmo se alguém estiver a provocar em si sentimentos negativos, evite tirar conclusões precipitadas e focar-se no lado menos positivo.

Opte por observar o que está a acontecer de forma objetiva e sob diferentes perspetivas em vez de ficar a remoer no assunto. Além disto, uma dica muito útil é praticar mindfulness no trabalho. A atenção plena pode ajudar bastante a estar presente e a focar-se somente no que é importante.

 

Comunique de forma clara e persuasiva

Para que consiga tornar-se eficiente na gestão emocional, é necessário que se torne num bom comunicador no ambiente de trabalho.

Para isso, afaste-se de uma comunicação agressiva ou passiva e seja capaz de colocar as suas opiniões em cima da mesa, sem que falte ao respeito aos seus colegas ou superiores.

Por exemplo: se teve uma reunião aborrecida e onde os pensamentos negativos estiveram presentes, pare e pense para refletir sobre o que pode ter provocado isso. Depois, pense de que forma poderia trabalhar esses aspetos para que os mesmos problemas não se repitam.

A partir do momento em que é capaz de identificar o que não está a correr bem, a probabilidade de abordar o conflito de uma maneira mais inteligente é maior.

 

Agir eticamente e de forma cordial

Respeitar para ser respeitado sempre foi uma boa opção, a par de agir eticamente e de não fazer aos outros o que não gostaríamos que nos fizessem. Por isso, uma atitude profissional e empática é meio caminho para criar um ambiente de trabalho sem conflitos, preconceitos e mal-entendidos.

Um ambiente positivo e feliz constrói-se também com atitudes simples, como dar bom dia, pedir licença para entrar na sala de alguém, manter um tom de voz adequado, ajudar e pedir ajuda, respeitando o espaço e as funções dos colegas. E, claramente, é muito melhor trabalhar num local onde nos sentimos bem e onde gostamos de estar. Vale a pena tentar ser ético e cordial.

 

Conheça os fatores que alimentam o stress no trabalho

Já refletiu sobre aquilo que o stressa no trabalho? Podem ser as reuniões longas demais, a caixa de e-mail lotada todos os dias, a falta de organização ou de comunicação com os colegas ou outros motivos.

A partir do momento em que tem consciência sobre o que o deixa em stress no ambiente de trabalho, torna-se mais fácil entender de que forma pode superar essas adversidades.

Por exemplo: se fica normalmente irritado e em stress com o facto de ter de responder a uma data de e-mails diariamente, por que não definir um horário para o fazer?

No fundo, o importante é não deixar que os fatores que alimentam o seu stress no trabalho o dominem por completo. Esteja consciente deles e aprenda a lidar com as dificuldades.

 

Não deixe que a sua vida pessoal interfira no trabalho

Não sabe como fazê-lo? Experimente começar por se desconectar assim que sai de casa, ou que liga o computador para trabalhar. Uma boa forma de o fazer é ouvir uma música relaxante, meditar ou fazer um exercício de respiração.

Todos nós sabemos que nem sempre é fácil manter um equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional, principalmente quando levamos os problemas de casa para o trabalho.

Isso irá refletir-se nas nossas emoções e atitudes com os colegas no dia-a-dia de trabalho, acabando por provocar situações inesperadas e onde a negatividade pode imperar.

Para que consiga fazer uma boa gestão emocional é essencial que conheça as suas próprias emoções e que aprenda a lidar com elas, quer em casa como na empresa. Por isso já sabe, não misture os assuntos pessoais com os assuntos profissionais – esta é a chave para o sucesso na gestão de emoções.

 

Aprenda a ouvir de forma ativa

Seja nas conversas no trabalho ou em reuniões, tente sempre ouvir com atenção antes de responder ou reagir a qualquer situação. É crucial compreender o que o outro está a dizer antes de partilharmos a nossa opinião.

Além disso, preste sempre atenção aos detalhes não verbais – falamos da linguagem corporal, por exemplo. Através deste tipo de observação é possível manter bem desenvolvida a sua gestão emocional, demonstrando sempre respeito pelos outros.

 

Aprenda a lidar com as críticas

Uma das melhores dicas para conseguir manter uma boa gestão das emoções é ser capaz de receber críticas sem que as leve para o lado pessoal ou se sinta ofendido.

Em vez de se colocar numa posição defensiva, experimente tirar alguns minutos para perceber de onde vem essa crítica e de que forma ela está a afetar as outras pessoas e a si próprio no trabalho. Encontrar a forma ideal para resolver os problemas de forma construtiva é muito importante para quem pretende aumentar a sua inteligência emocional.

Fonte: e-konomista.pt, 12/1/2022